Nosso limite? O céu!

A Santo de Casa não é só sobre convites. Nunca foi, porque o convite em si não basta. Se não tiver por trás dele a história e significados do casal, tudo aquilo que envolve a celebração desse dia, os propósitos do dia e da união não serve de nada mesmo. É muito mais forte do que o papel, acabamentos, texturas e a arte. É sobre o amor.

Quem nunca ouviu a famosa frase “não vou me preocupar muito com o convite, porque o convite vai pro lixo”? Tenho certeza que, se você já não falou isso, já ouviu alguém dizer. E sabe qual é o ponto mais importante dessa história? É verdade. O convite vai mesmo pro lixo, assim que ele cumpre a função dele, que é convidar. O que muda é o sentimento que esse convite vai passar para cada pessoa que o receber. Depois disso, assim como todos os outros detalhes do casamento, ele cumpriu a função dele e acabou. Tá tudo certo.

A grande vantagem de ter uma identidade visual do casamento é que ela pode virar um monte de coisa, além do convite. É possível explorar texturas, acabamentos, superfícies e materiais que você talvez nem imagine. É possível ir muito além da identidade visual e trazer experiências que envolvem texturas, gostos, cheiros e tudo mais que fizer sentido para cada casal. É possível continuar usando a identidade e a marca do casal para o resto da vida. Já parou para pensar nisso?

ORÇAMENTO